Marcelo pede aos jovens para darem o exemplo e diz que o vírus ainda anda aí

Presidente da República falou, sobretudo, para uma minoria de jovens que acha que a pandemia já acabou.

Presidente da República deixou um pedido aos mais jovens
Foto
Presidente da República deixou um pedido aos mais jovens LUSA/PAULO NOVAIS

O Presidente da República aproveitou neste sábado uma acção de sensibilização na região de Lisboa e Vale do Tejo para deixar um apelo aos jovens. “Têm de dar o exemplo”, pediu, fazendo referência aos ajuntamentos e festas. “A maioria dos jovens percebe isto, mas há uma minoria que acha que já passou a pandemia. Mas isso é falso. O vírus está aí”, avisou.

Marcelo Rebelo de Sousa participou numa iniciativa de distribuição de máscaras no Parque Urbano Felício Loureiro, em Queluz, promovida pelo Conselho Nacional da Juventude e saudou a acção de sensibilização dos jovens. Depois, pediu: “Têm tomar atitudes simples que não levem a que se agrave a situação na vida dos outros, porque estamos no mesmo mundo.” 

Quando ao que os jovens puseram em marcha em Queluz, e que há-de repetir-se noutras localidades, o Presidente agradeceu e apoiou. “Nenhum português quer que se facilite a vida ao vírus ou que se pense egoisticamente acerca dele”, disse.

Marcelo deixou ainda um apelo: “Jovens, ainda mais, nesta fase, dêem mais exemplo! É aquilo que eu espero e, quando falo, falo eu Marcelo Rebelo de Sousa, mas fala também o Presidente da República”.

O aviso presidencial surge depois de notícias sobre uma festa com centenas de pessoas na Praia de Carcavelos, na sexta-feira à noite, que obrigou a intervenção policial para dispersar os convivas.

Ao lado de Marcelo Rebelo de Sousa, a ministra da Saúde também apelou a comportamentos responsáveis, em especial por parte dos mais jovens. “Não podemos desperdiçar o enorme esforço que os portugueses fizeram nos últimos meses. Todas as ocasiões que temos nas nossas vidas individuais é para respeitar os esforços dos portugueses”, disse Marta Temido aos jornalistas.

“Nós estivemos aqui hoje porque acreditamos nos jovens, acreditamos em Portugal e acreditamos na nossa capacidade de interromper as cadeias de transmissão do vírus”, acrescentou.

Duarte Cordeiro, secretário de Estado e coordenador regional de Lisboa e Vale do Tejo para o combate à covid-19; Graça Freitas, directora-geral da Saúde; e Basílio Horta, presidente da Câmara Municipal de Sintra, também participaram na iniciativa do Conselho Nacional da Juventude.

Sugerir correcção