Yoko Ono e o jardim do bem e do mal

Yoko Ono: o jardim da aprendizagem da liberdade é o título da exposição panorâmica que o Museu de Serralves inaugura este sábado, iluminando uma obra que a relação da artista com John Lennon ofuscou. “É uma grande artista avant-garde”, defende Philippe Vergne, director do museu e comissário da mostra, que poderá ser vista até 15 de Novembro.

artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
Instalação Exit Nelson Garrido
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
Nelson Garrido
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
Nelson Garrido
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
Nelson Garrido
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
Nelson Garrido
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
Nelson Garrido
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
Nelson Garrido
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
Nelson Garrido
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria
Chão
Fotogaleria
artes,cinema,culturaipsilon,pintura,danca,musica,
Fotogaleria

Dois meses e uma pandemia depois, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves (MACS) inaugura finalmente este sábado a primeira exposição panorâmica no país da obra de Yoko Ono (Tóquio, 1933). E, após uma primeira visita a Yoko Ono: o jardim da aprendizagem da liberdade, ainda em montagem, é incontornável começar por falar da sala em que a artista nos confronta violentamente com os tempos que estamos a viver, bem longe do estado zen enunciado no título: no piso térreo do museu, cem caixões de pinho geometricamente alinhados transportam-nos para a crua agenda noticiosa actual, a dos enterros anónimos de vítimas da covid-19 em valas improvisadas na terra de ninguém, por exemplo no Brasil.