IMT tem 150 mil euros para acelerar a mobilidade em bicicleta. É “pouco”, queixam-se as associações

Municípios, comunidades intermunicipais e empresas podem candidatar-se a apoios até 25 mil euros. Associações ligadas à mobilidade ciclável pedem mais empenho financeiro e político.

,Caminho de bicicleta
Foto
Apoios podem ser usados para pintar ciclovias provisórias Rui Gaudencio

Os municípios, comunidades intermunicipais e empresas de transportes colectivos que pretendam avançar com medidas de curto prazo para o incentivo à utilização da bicicleta no respectivo território podem candidatar pequenos projectos a um concurso do Instituto da Mobilidade e Transportes, que dedica 150 mil euros a esta área, para todo o país. Cada projecto é financiável a 50 ou 75%, até um máximo de 25 mil euros, o que dará para seis candidaturas, se todos os interessados conseguirem o financiamento máximo.