No Ponto: Cartuchos de Aveiro

Uma massa exterior à base de pão-de-ló amassado com chocolate, enrolada em canudo e recheada com ovos-moles, um quadradinho de pão-de-ló e chantili no topo.

docaria,ponto,gastronomia,fugas,aveiro,
Foto
No Ponto

Famosos desde a sua primeira aparição em finais de 1960, na Pastelaria Ramos, os cartuchos de Aveiro continuam a ser docinhos procurados na cidade. Fora de Aveiro, todos conhecem os ovos-moles, mas aqui fica a sugestão de conhecerem os cartuchos. Apenas o estabelecimento que os vende mudou de nome, chamando-se agora Pastelaria Avenida.

Os cartuchos permanecem os mesmos: uma massa exterior à base de pão-de-ló amassado com chocolate, enrolada em canudo e recheada com ovos-moles, um quadradinho de pão-de-ló e chantili no topo.

A forma cilíndrica e o facto de terem um recheio foram a inspiração para o nome “cartucho”, termo referente às embalagens de papel que antigamente se usavam nas mercearias, e não só, para empacotar todo o tipo de coisas. Passe por lá e experimente.

A Doçaria Portuguesa
Cristina Castro criou o projecto No Ponto para registar e dar a conhecer os doces do país. Tem vindo a publicar a colecção A Doçaria Portuguesa, “os mais completos livros sobre a história e actualidade dos doces de Portugal”. A investigação para este trabalho levou a autora a viajar por todos os concelhos em busca de especialidades doceiras. A partir da oportunidade de ver como se faz, de falar com quem produz, de conhecer vidas, histórias e tradições associadas à doçaria, surgiram os vídeos que desvendam um pouco de cada doce. Regularmente, a Fugas revela um vídeo novo sobre um doce diferente.

PÚBLICO -
PÚBLICO -
PÚBLICO -
Fotogaleria
Sugerir correcção