Protecções ineficazes suscitam indignação e chacota nos tribunais

Rodela de acrílico com furinhos instalada nos balcões de atendimento já tem alcunhas: uns apelidam-no de “bibelot”, outros de “tiro ao vírus”. Sindicato de funcionários judiciais ameaça com recusa de prestação de serviço nestas condições.

Foto

A funcionária do tribunal vira-se para o colega e pergunta-lhe para que servem os furinhos na protecção redonda de acrílico colocada há poucos dias no balcão de atendimento, para separar oficiais de justiça do público que ali há-de acorrer quando tudo voltar à normalidade possível. A resposta sai disparada: “Acho que é para o vírus passar.”