Covid-19: França condena hipótese de EUA terem prioridade no acesso a vacina da Sanofi

Director-executivo do grupo farmacêutico francês Sanofi deu a entender que os Estados Unidos poderiam ter prioridade no acesso a uma eventual vacina contra a covid-19 desenvolvida pela empresa. Segundo a agência Reuters, a UE teme que os seus estados-membros possam vir a não ter acesso a doses suficientes, especialmente se a vacina for desenvolvida nos EUA ou na China.

Foto
O director-executivo da Sanofi, Paul Hudson BENOIT TESSIER/REUTERS

A vacina contra a covid-19 ainda não existe e já está a gerar controvérsia. Tudo começou quando o director executivo da gigante farmacêutica francesa Sanofi, Paul Hudson, deu a entender que os Estados Unidos teriam prioridade no acesso a uma eventual vacina contra a covid-19 desenvolvida pela empresa.