Ao aproximar-se da catástrofe, o Brasil começa a isolar as suas cidades

Pela primeira vez desde que a pandemia se instalou no país, as autoridades brasileiras começaram a decretar quarentena obrigatória nas cidades onde o sistema de saúde colapsou.

Foto
Belém (Pará) foi uma das primeiras capitais estaduais a decretar o isolamento obrigatório Raimundo Pacco/EPA

Mais de dois meses depois da detecção do primeiro caso de contágio pelo novo coronavírus, o Brasil começou a isolar cidades inteiras, a medida mais restritiva de confinamento, numa tentativa desesperada de conter a propagação da pandemia. Sob a ameaça de se tornar no próximo epicentro global, a medida mais não é do que um paliativo num contexto de descontrolo do contágio.