Bruno Lage promete Benfica “a mil” no regresso ao activo

Treinador das “águias” sublinha determinação do grupo para perseguir obectivos na ponta final.

,FC Shakhtar Donetsk
Foto
LUSA/MANUEL DE ALMEIDA

O treinador de futebol do Benfica, Bruno Lage, assinalou esta segunda-feira o regresso da equipa aos treinos, com todos “determinados” para “a ponta final”, sem esquecer os objectivos que se mantêm para a parte final da época.

“Essa fase terminou e vamos agora passar à seguinte, num contexto que continua a ser inédito para treinadores e futebolistas. Não será por isso que deixaremos de andar ‘a mil’, nem será isso que nos fará esquecer os objectivos que mantemos para a parte final da época”, disse Bruno Lage, na newsletter diária do clube.

O treinador sublinhou que é o dia por que ansiavam, embora todos saibam que “a situação ainda está muito longe de ser a ideal”, devido à pandemia do novo coronavírus, que parou a I Liga após a primeira semana de Março.

“Hoje sabemos que ficou a faltar menos um dia para o próximo jogo”, adiantou o técnico, prometendo, pese embora as circunstâncias, a determinação para o que resta jogar.

A I Liga portuguesa foi suspensa depois do fim-de-semana de 7 e 8 de Março, à semelhança da maioria dos campeonatos na Europa, após a 24.ª jornada, a dez do final, com o FC Porto na liderança, com mais um ponto do que o Benfica.

“Os planos de trabalho estão prontos. Chegou a hora de começar a executá-los. Estamos determinados em fazer uma ponta final ao nível da nossa competência, correspondendo da melhor forma ao que um clube com esta dimensão merece”, defendeu Bruno Lage.

As “águias” chegaram a liderar o campeonato com mais sete pontos de vantagem, mas nos últimos cinco jogos apenas venceram um (mais duas derrotas e dois empates), e entregaram a liderança ao FC Porto.

No domingo, o plantel do Benfica realizou testes físicos no centro de estágio, após quase dois meses de paragem devido à pandemia de covid-19, com vista ao regresso aos treinos no centro de estágios do Seixal.

Portugal juntou-se a Alemanha, Inglaterra, Espanha e Itália entre os países que ensaiam o regresso dos campeonatos nacionais de futebol, ao contrário do ocorrido em França e nos Países Baixos, que cancelaram as competições.

Sugerir correcção