China envia equipa para a Coreia do Norte para saber se Kim Jong-un está vivo ou morto

Estado de saúde do líder norte-coreano é desconhecido. Há rumores de que pode estar em estado vegetativo, ou ter morrido.

,China
Foto
Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte Reuters/Heo Ran

A China enviou uma equipa que inclui médicos e altos funcionários do aparelho comunista à Coreia do Norte para dar assessoria ao país sobre Kim Jong-un, noticiou a agência Reuters. Há uma semana que há suspeitas sobre o estado de saúde do líder norte-coreano. 

Mas, segundo a Reuters, não é possível tirar conclusões sobre a saúde de Kim Jong-un apenas com base nos relatos da visita da comitiva chinesa à Coreia do Norte.

Neste sábado, o vice-director da estação de televisão HKSTV, de Hong Kong, disse saber “de fonte muito sólida” que Kim morreu. Outro órgão de informação, o Shukan Gendai, japonês, relatava que as suas fontes contaram que Kim colapsou numa visita ao campo, necessitou de uma operação ao coração, tendo entrado em estado vegetativo durante o procedimento. 

Outra versão diz que está numa estância balnear para se manter a salvo do coronavírus.

As notícias sobre a deterioração do estado de saúde de Kim começaram a 15 de Abril, quando faltou às comemorações do 108.º aniversário de Kim Il-Sung — o seu avô e fundador da Coreia do Norte e do seu regime, que morreu em 1994.

Dias depois, um site gerido por dissidentes do regime que vivem na Coreia do Sul noticiou que se submetera a uma operação cardiovascular e que estava em estado grave. 

A informação não foi, no entanto, confirmada pelos governos de países que monitorizam a Coreia do Norte, a Coreia do Sul, o Japão e a China — este, o maior aliado do Governo norte-coreano. 

Segundo a agência sul-coreana Yonhap, foram várias as ocasiões em que Kim Jong-un desapareceu por períodos longos. No início deste ano, não apareceu em público durante 21 dias. Em 2014, esteve um mês sem aparecer, ficando a saber-se, bastante tempo depois, que fizera uma cirurgia para retirar um quisto de um tornozelo.

Sugerir correcção