Welket Bungué, actor e activista luso-guineense, nomeado para Prémios Alemães de Cinema

Actor está nomeado por Berlin Alexanderplatz, adaptação actualizada do romance de Alfred Döblin pelo realizador Burhan Qurbani. Welket Bungué interpreta o papel principal de Franz Biberkopf, aqui transformado em Francis de Bissau, refugiado sem papéis.

Foto
RONALD WITTEK/EPA

O actor e activista luso-guineense Welket Bungué é um dos três nomeados para Melhor Actor na edição 2020 dos Prémios Alemães de Cinema, também conhecidos por LOLA.

Bungué está nomeado por Berlin Alexanderplatz, adaptação actualizada do romance de Alfred Döblin pelo realizador Burhan Qurbani, onde interpreta o papel principal de Franz Biberkopf, aqui transformado em Francis de Bissau, refugiado sem papéis.

O filme, que teve estreia em Fevereiro na competição do festival de Berlim, é a obra com maior número de nomeações nos LOLA 2020, com citações em 11 categorias, entre as quais Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Actriz e Melhor Argumento.

Bungué é um dos três nomeados na categoria de representação masculina, concorrendo com Jan Bülow em Lindenberg! Mach dein Ding, e Albrecht Schuch (que está igualmente nomeado para Melhor Actor Secundário em Berlin Alexanderplatz) por Systemsprenger.

Os prémios serão entregues esta sexta-feira, 24 de Abril, numa cerimónia transmitida online às 22h15 de Berlim (21h15 de Lisboa) através da estação televisiva alemã ARD.

Sugerir correcção