Covid-19: Solicitadores e agentes de execução prestam teleapoio jurídico gratuito

A Ordem dos Solicitadores e dos Agentes de Execução criou projecto para prestar apoio juridico gratuito nas áreas do direito do trabalho, habitação e arrendamento, fiscalidade, sucessões, direito do consumo e direito comercial ou sociedades.

O bastonário da Ordem dos Solicitadores e dos Agentes de Execução (OSAE), José Carlos Resende, diz que "em situações excepcionais como a que vivemos, todos os apoios podem fazer a diferença".
Foto
O bastonário da Ordem dos Solicitadores e dos Agentes de Execução (OSAE), José Carlos Resende, diz que "em situações excepcionais como a que vivemos, todos os apoios podem fazer a diferença". LUSA/ANTÓNIO PEDRO SANTOS

A Ordem dos Solicitadores e dos Agentes de Execução (OSAE) está a disponibilizar , no seu portal, um serviço gratuito de apoio destinado a todos os cidadãos que, neste período conturbado provocado pela pandemia de covid-19, procurem respostas a dúvidas de âmbito jurídico.

São cerca de 200 profissionais, certificados pela OSAE, que vão esclarecer questões relacionadas com as áreas do direito do trabalho, habitação e arrendamento, fiscalidade, sucessões, direito do consumo e direito comercial ou sociedades.

O ‘Tele Apoio Jurídico OSAE’ está disponível em www.osae.pt e vigorará até ao final do Estado de Emergência.

“Em situações excepcionais como a que vivemos, todos os apoios podem fazer a diferença e cada classe profissional é chamada a dar o seu contributo em prol do bem comum”, afirmou José Carlos Resende, Bastonário da OSAE, sublinhando que “sabendo das dificuldades que os cidadãos têm sentido no esclarecimento de direitos e deveres, tendo em conta a abundância legislativa que temos observado, percebemos a importância de criar um serviço como este: próximo, acessível, confidencial e proporcionado por um profissional completamente habilitado que terá todo o gosto em ajudar”.

Sugerir correcção