Duas mulheres suspeitas de homicídio e profanação de cadáver no Algarve

A vítima, com 21 anos, terá sido desmembrada, tendo partes do corpo sido encontradas nas zonas de Sagres e de Tavira.

Suspeito
Foto
Os crimes terão ocorrido entre os dias 20 a 25 de Março fábio augusto

A Polícia Judiciária deteve duas jovens, presumíveis autores do homicídio e desmembramento do corpo de um rapaz, residente na Guia- Albufeira. A vítima, Diogo Gonçalves, de 21 anos, era técnico informático no empreendimento turístico Vila Vita.

O cadáver, desmembrado, foi encontrado no dia 26 de Março. A cabeça foi deixada, no Pego do Inferno, em Tavira, e as restantes partes do corpo, em Sagres, junto a uma arriba, a cerca de 150 quilómetros de distância.

A PJ, através da Directoria do Sul, diz em comunicado, que “identificou e deteve” as duas mulheres, de 19 e 23 anos.

Segundo apurou o PÚBLICO, trata-se de duas estrangeiras, residentes no Algarve, amigas da vítima. As raparigas, informa a PJ, encontram-se “social e familiarmente inseridas e sem antecedentes criminais, e vão ser presentes a interrogatório judicial para aplicação das medidas adequadas.

Sugerir correcção