Índia fechou-se em casa para tentar controlar pandemia de coronavírus

Mais de um milhão de indianos podem ser infectados com o novo coronavírus até meados de Maio, dizem especialistas em epidemiologia. A doença está-se a espalhar para as pequenas cidades.

Foto
Polícia obriga quem violou o recolher obrigatório por causa do coronavírus a fazer exercícios, em Bhopal LUSA/SANJEEV GUPTA

A polícia indiana garantiu o confinamento do país nesta terça-feira por 21 dias, com a imposição de recolher obrigatório em algumas zonas. As autoridades de saúde avisam que o coronavírus está a espalhar-se para fora das grandes cidades, onde apareceu inicialmente, para as pequenas cidades.

Mais de um milhão de indianos podem ser infectados com o novo coronavírus até meados de Maio, alertaram epidemiologias. A Índia já cortou ligações aéreas internacionais e os voos internos pararam à meia-noite (hora local) numa tentativa de travar a progressão do contágio.

O primeiro-ministro, Narendra Modi, dirigiu-se à nação pela segunda vez nesta semana, para falar sobre os riscos para este país de 1,3 mil milhões de habitantes, do vírus que surgiu na China no fim do ano passado e que já se espalhou a 194 países.

Até agora, a Índia registou 485 casos do novo coronavírus e nove pessoas morreram. Mas o pânico está a crescer com a possibilidade bem real de que atinja comunidades pobres, e com as muitas dúvidas de que o sistema de saúde público, parco em recursos, seja capaz de lidar com esta crise.

Um responsável da administração de saúde do estado de Maharashtra, no ocidente da Índia, disse que estão a aparecer novos casos em cidades pequenas, depois de uma vaga de casos em cidades grandes como Bombaim. “Esta tendência é preocupante, pois as zonas rurais têm poucas infra-estruturas para lidar com a epidemia”, disse o responsável, que não quis ser identificado, por não estar autorizado a falar com jornalistas.

Os estados têm imposto medidas de confinamento, suspendendo serviços ferroviários e de autocarros, e proibindo o tráfego automóvel. Esta terça-feira, três quartos da Índia estão já em confinamento – o resto do país deverá seguir-se até ao final do dia.

Sugerir correcção