Coronavírus: Mango doa dois milhões de máscaras aos hospitais espanhóis

Espanha conta já com quase 40 mil casos de infecção. Só nas últimas 24 horas, registaram-se 514 mortes.

,Centro de Convenções
Foto
Montagem de um hospital militar no centro de Madrid Reuters/COMUNIDAD DE MADRID

A marca de roupa Mango vai doar dois milhões de máscaras aos hospitais de Espanha para ajudar no combate à pandemia de covid-19. São vários os hospitais espanhóis que lidam com a escassez de material de protecção individual.

Os dois milhões de máscaras serão distribuídos pela própria Mango pelos diferentes hospitais que estão na linha da frente do combate ao novo coronavírus. Espanha conta já com quase 40 mil casos de infecção. Só nas últimas 24 horas, registaram-se 514 mortes.

Em colaboração com o Mistério da Saúde de Espanha, a empresa quer colaborar na luta para “atenuar as graves consequências sociais, económicas e de saúde pública que o surto está a provocar”, garante a Mango, em comunicado enviado às redacções.

A empresa aproveitou ainda a oportunidade para agradecer “o extraordinário esforço que estão a levar a cabo todas as pessoas que formam parte das equipas de saúde, no seu combate incessante ao novo coronavírus”.

As acções dos grandes grupos em apoio ao combate à covid-19 têm vindo a multiplicar-se. Em Itália, a Edizione, grupo que detém a marca de moda Benetton, disponibilizou três milhões de euros “para apoiar projectos urgentes e as necessidades de quatro hospitais” italianos. Já em França, a LVMH começou a produzir e a distribuir gratuitamente álcool em gel. O grupo H&M está também a produzir equipamento de protecção individual para distribuir gratuitamente por hospitais de todo o mundo.

Sugerir correcção