Nos Primavera Sound: “Estamos a ver com muita dificuldade a possibilidade de o festival se realizar em Junho”

O primeiro dos grandes festivais de Verão a realizar-se em Portugal poderá não ficar imune aos efeitos da epidemia do novo coronavírus.

Courtney Barnett
Foto
O festival Primavera Sound no Parque da Cidade, no Porto, no ano passado Nelson Garrido

A organização do Nos Primavera Sound ainda não cancelou o festival previsto para Junho, mas devido à epidemia da covid-19 é cada vez mais diminuta a hipótese de se realizar na data prevista. “Estamos a ver com muita dificuldade a possibilidade de o festival se realizar em Junho”, disse ao PÚBLICO José Barreiro, director do festival previsto para os dias 11, 12 e 13 daquele mês no Parque da Cidade do Porto.

A equipa está a trabalhar, acrescenta o director, para apresentar uma solução alternativa que agrade a artistas, público e parceiros, mas “é uma tarefa árdua” porque é difícil arranjar datas alternativas numa situação tão instável. Em Barcelona, o Primavera Sound acontecerá antes, entre 4 e 6 de Junho, o que também complica a situação, dado que a situação epidemiológica em Espanha é mais grave do que a que actualmente se vive em Portugal: “Os dois festivais estão no mesmo barco, porque os artistas vêm para ambos. Estamos a evitar ao máximo cancelar, a trabalhar em alternativas que podem passar por um adiamento. Estamos a tentar que a comunidade artística norte-americana e os seus agentes vejam isto como uma situação de força maior, que permita o cancelamento ou o adiamento. São essas as soluções em que estamos a trabalhar.” Arranjar datas em Setembro e Outubro, no entanto, tem-se revelado difícil, uma vez que muitos eventos estão a passar pelas mesmas dificuldades e esses meses começam a ficar sobrecarregados.

Na segunda-feira, a organização do Nos Primavera Sound, que no calendário é o primeiro dos grandes festivais de Verão do país, tinha emitido um comunicado um pouco mais optimista, dando conta de que estava a trabalhar “todas as possibilidades para que os festivais se celebrem este ano”. 

O festival terá no Porto como cabeças-de-cartaz os artistas Lana Del Rey, Beck, FKA Twigs, e Tyler The Creator, mas também nomes como Bad Bunny, King Krule, Kim Gordon, Weyes BloodPavement, Black MidiChromatics ou Dinosaur Jr. 

 Nesta quarta-feira, o Festival de Glastonbury, que este ano deveria celebrar o seu 50.º aniversário com um alinhamento especial com nomes como Taylor Swift, Paul McCartney e Kendrick Lamar, foi cancelado devido à epidemia da covid-19, anunciou a organização no Twitter. Considerado um dos maiores festivais de música ao ar livre do mundo, o evento estava previsto para os dias 24 e 28 de Junho em Worthy Farm, Somerset, no Reino Unido.