Coronavírus: TAP já permite alterar e cancelar voos online automaticamente. Reembolsos em vouchers

Clientes com voos até 31 de Maio podem alterar voo gratuitamente e até 24h antes da partida. Em caso de cancelamento, há reembolso integral em vouchers para voo futuro.

Airbus
Foto
dro daniel rocha

Em nova reacção à actual situação do coronavírus (covid-19), a TAP volta a alterar a política de alterações e reembolsos. 

Os clientes da empresa que “pretendem cancelar as suas reservas para viagens com início até 31 de Maio podem fazê-lo de forma automática online” (estará disponível em myb.flytap.com; no momento desta publicação ainda não estava operacional)​.

A TAP promete converter “integralmente” o valor de aquisição do bilhete num “voucher não reembolsável com validade de um ano, para utilização num voo futuro à escolha”.

Quem optar por remarcar já o voo, poderá alterá-lo também online, mas esta possibilidade é só para “reservas para viagens com data de início até 31 de Maio”.

A  nova viagem pode ser “para qualquer destino e para uma data até 31 de Dezembro”.​ A alteração é “gratuita”, mas “as diferenças tarifárias serão aplicáveis, caso existam”.

 A medida, informam em comunicado, entra em vigor “a partir de agora” e permite que a alteração da reserva seja “feita até 24 horas antes da partida do seu primeiro voo”. O tempo exigido pela TAP era antes de 21 dias. A nova viagem também pode ser remarcada para “qualquer destino” e iniciada até 31 de Dezembro.

Sugerir correcção