Alemanha tem mais de mil infectados pelo novo coronavírus

Em menos de 24 horas houve um aumento de 150 casos. A zona do Norte perto da fronteira é a que tem mais casos de contaminação

A Alemanha tem uma das populações mais envelhecidas da Europa mas ainda não registou mortes relacionadas com o surto
Foto
A Alemanha tem uma das populações mais envelhecidas da Europa mas ainda não registou mortes relacionadas com o surto LUSA/PIYAL ADHIKARY

A Alemanha ultrapassou os mil casos de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19) ao registar 1112 pessoas infectadas, um salto de mais de 150 casos em menos de 24 horas, anunciou esta segunda-feira o Instituto Robert Koch.

O foco principal da contaminação continua a ser a região da Renânia do Norte-Vestfália, na fronteira com os Países Baixos e a Bélgica, com quase 500 casos, segundo o instituto de referência que supervisiona na Alemanha as investigações sobre epidemias e outras doenças.

Nesse estado, o mais populoso da Alemanha, vários jogos de futebol poderão ser em breve disputados à porta fechada para impedir a propagação do vírus, como já ocorre em Itália.

Este será o caso do próximo derby do campeonato nacional da 1.ª divisão entre as equipas do Borussia Mönchengladbach e Colónia, marcado para quarta-feira, anunciou o ministro da Saúde alemão, Karl-Josef Laumann.

“Deixo para os próprios clubes decidir se jogam sem público ou se não jogam de todo”, afirmou o ministro na noite de domingo na televisão pública ARD.

Karl-Josef Laumann disse ser “perfeitamente claro” que o estado irá seguir as recomendações dadas pelo governo no domingo para evitar reuniões de mais de mil pessoas a fim de conter a propagação do coronavírus.

Outro clube da região, o Bochum (2.ª divisão da região do Ruhr), anunciou a suspensão da venda de ingressos no seu estádio até novo aviso.

A Liga Nacional de Futebol disse que o campeonato será disputado até o fim, independentemente das circunstâncias.

Actualmente, a Alemanha não registou no seu território mortes relacionadas com o novo coronavírus. Mas a situação pode mudar rapidamente, principalmente porque o país tem uma das populações mais envelhecidas da Europa.

  • Descarregue a app do PÚBLICO, subscreva as nossas notificações e esteja a par da evolução do novo coronavírus: https://www.publico.pt/apps
Sugerir correcção