Torne-se perito Crítica

O jogo das cadeiras

Entre a comédia burguesa e o diálogo socrático, Olivier Assayas levanta questões sobre o admirável mundo novo em que vivemos. Já o vimos melhor.

,Vincent Macaigne
Fotogaleria
Assayas encena uma comédia burguesa de enganos, mas sobrepõe-lhe uma meditação sobre os novos tempos
,Não-ficção
Fotogaleria
,Juliette Binoche
Fotogaleria
,Não-ficção
Fotogaleria
,Nuvens de Sils Maria
Fotogaleria

Uma das coisas que mais nos agrada na obra do francês Olivier Assayas é a sensação de nunca sabermos o que nos espera a cada novo filme. Olhando para a sua filmografia, que vai de Carlos a As Nuvens de Sils Maria, de Personal Shopper a Boarding Gate — Porta de Embarque, de Irma Vep a Tempos de Verão, a não ser uma enorme e imensa curiosidade, e o prazer de tentar fazer explodir as fronteiras do que é um “género” de filme mais do que do “filme de género”.