SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

Depois de ter cortado custos, reduzido a dívida e arrumado a casa nestes três anos, a Impresa quer apostar na diversificação de receitas e audiências. Plataforma de streaming terá conteúdos abertos e outros pagos.

Foto
DANIEL ROCHA

Faz quatro anos em Março como CEO. Definiu um plano estratégico em 2016. Quais eram os objectivos? Foram totalmente atingidos?
O conselho de administração da Impresa elaborou um plano estratégico a três anos (2017/19) no segundo semestre de 2016. Tinha como objectivo tornar-nos mais competitivos, mais enxutos e robustos e, nessa vertente mais conceptual, os objectivos foram cumpridos. Não posso ainda divulgar os resultados de 2019, mas nos acumulados a Setembro de 2019 estamos num óptimo caminho. Aumentámos o EBITDA, reduzimos a dívida em 10,5 milhões de euros e com isso reduzimos o rácio da dívida pré-EBITDA quando comparado com Setembro de 2018. Quando digo mais competitiva, era focarmo-nos nas marcas principais, a SIC e o Expresso, e nas marcas-satélite da SIC Notícias, SIC Mulher, Blitz.