Dias Loureiro envolvido na investigação espanhola em que genro é suspeito de corrupção

Em causa está a venda de uma casa que uma empresa do antigo ministro fez à filha e ao genro em 2017 por cerca de um quarto do seu real valor. Ao PÚBLICO, Dias Loureiro assume que foi uma venda especial pelo facto de a compradora ser a filha.

Foto
O ex-ministro da Administração Interna, Manuel Dias Loureiro Nuno Ferreira Santos

O ex-ministro da Administração Interna, Manuel Dias Loureiro, também aparece envolvido na investigação espanhola centrada nas suspeitas de corrupção e branqueamento de capitais que visam o ex-embaixador espanhol na Venezuela, Raúl Morodo, e o seu filho Alejo, casado com uma filha do antigo político português. A informação foi avançada esta quinta-feira pela revista Sábado que explica que em causa está a venda, em Julho de 2017, de uma casa que uma empresa do antigo ministro fez à filha e ao genro por cerca de um quarto do seu real valor. Ao PÚBLICO, Dias Loureiro assume que foi uma venda especial pelo facto de a principal compradora ser a filha.