Hans-Otto Pörtner: “Não há justificação para um país dizer: vamos retirar-nos disto”

Cerca de 260 especialistas do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas das Nações Unidas estão reunidos no Algarve até sábado, para preparar o seu sexto relatório de avaliação.

O co-presidente do Grupo II do IPCC,  Hans-Otto Pörtner, vai participar na reunião de trabalho que decorre na Universidade do Algarve
Foto
O co-presidente do Grupo II do IPCC, Hans-Otto Pörtner, vai participar na reunião de trabalho que decorre na Universidade do Algarve Kerstin Rolfes/Instituto Alfred Wegener

Chegaram este domingo e vão ficar pela Universidade do Algarve até sábado. São mais de 260 especialistas do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC) das Nações Unidas e vão passar a semana a trabalhar no seu sexto relatório de avaliação, um documento que quando estiver pronto, em 2021, transmitirá uma visão global e abrangente do que nos dizem os mais recentes conhecimentos científicos sobre os impactos das alterações climáticas nos sistemas naturais e humanos, as vulnerabilidades destes sistemas e as possibilidades que têm de se adaptarem. O climatologista Hans-Otto Pörtner, co-presidente deste Grupo II do IPCC, deixa um aviso para os tempos que vivemos: “Ninguém está isento dos impactos das alterações climáticas e todos têm de participar. Não há qualquer justificação para qualquer país dizer ‘nós vamos retirar-nos disto’”.