No julgamento de Trump, a retórica é quem mais ordena

Arrancam hoje as sessões do terceiro julgamento de um Presidente norte-americano em 230 anos de história, marcado por um clima de divisão sem paralelo nas últimas décadas.

Donald Trump foi acusado de abuso de poder e obstrução do Congresso
Foto
Donald Trump foi acusado de abuso de poder e obstrução do Congresso Reuters/KEVIN LAMARQUE

Há quase 21 anos, em Fevereiro de 1999, no dia em que o Senado dos Estados Unidos se preparava para decidir o futuro de Bill Clinton na Casa Branca, no final de um julgamento por perjúrio e obstrução da Justiça, um senador do Partido Republicano lançou um apelo apaixonado aos seus colegas em defesa da destituição do Presidente. O pedido não era nada estranho naquele contexto, com os republicanos em maioria a acusarem um Presidente do Partido Democrata, mas o argumento do senador Slade Gorton, do estado de Washington, ia além da natural divisão entre os partidos.