Chuva, ventos fortes e ondulação marítima marcam os próximos dias

Sete distritos estão sob aviso amarelo devido à agitação marítima forte e Porto, Viana do Castelo, Aveiro e Braga também devido à precipitação. Ventos podem atingir 80 quilómetros por hora no litoral e 100 quilómetros por hora nas terras altas.

Segmento A
Foto
Efeitos da depressão Elsa Adriano Miranda / ARQUIVO

Vai ser uma semana com nuvens, chuva, ventos fortes e ondulação agitada: o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê que este vai ser o cenário, um pouco por todo o país, até ao fim-de-semana.

As regiões Norte e o Centro serão as mais afectadas pela chuva durante os próximos dias, com o instituto a prever períodos de precipitação “forte e persistente” para a manhã desta quarta-feira. Os distritos do Porto, Viana do Castelo, Aveiro e Braga estão sob aviso amarelo, prevendo-se que chova de forma intensa até ao início da tarde de quarta-feira. No Porto, a temperatura máxima rondará os 15ºC, enquanto a mínima ficará pelos 11ºC

Também na região Sul, a chuva será mais intensa ao início do dia, diminuindo de intensidade durante a tarde de quarta-feira. Lisboa registará aguaceiros nos próximos dias, com a temperatura máxima a rondar os 17ºC.

Também a zona do Algarve não vai escapar às nuvens e à chuva. A precipitação chegará a Sagres e Faro que, com 18ºC e 19ºC de máxima para quarta-feira, continuam a ser as zonas mais quentes do país. 

O arquipélago dos Açores será atingido por aguaceiros na quarta-feira, com ligeiras melhorias na quarta-feira. Na Madeira, os céus estarão parcialmente nublados, com baixa probabilidade de chuva no Funchal e na ilha de Porto Santo. 

Entre as 18h desta terça-feira e as 6h de quarta-feira o IPMA prevê que as rajadas de vento cheguem até 80 quilómetros por hora no litoral e até 100 quilómetros por hora nas terras altas, nos distritos de Vila Real, Porto, Braga e Viana do Castelo.

Aviso amarelo

Sete distritos de Portugal Continental encontram-se sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte. Em Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa, o IPMA diz que a ondulação oscilará entre os quatro e os cinco metros.

Devido ao estado do mar, as barras marítimas de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde e Ericeira estão fechadas à navegação. Com Lusa

Sugerir correcção