Carris lança concurso para aquisição de eléctricos históricos este ano “se tudo correr bem”

Carris escusou-se a responder quando é que os eléctricos poderiam vir a circular na cidade.

Serão dez os eléctricos idênticos aos históricos
Foto
Serão dez os eléctricos idênticos aos históricos Nuno Ferreira Monteiro

A Carris ainda não lançou o concurso público para a aquisição de dez eléctricos idênticos aos históricos, inicialmente previsto para 2019, prevendo que “arranque ainda este ano, se tudo correr bem”, disse nesta segunda-feira à Lusa fonte da empresa, sem adiantar mais pormenores.

Em 28 de Fevereiro de 2019, o presidente do conselho de administração da empresa, Tiago Farias, estimava que o concurso pudesse ser lançado até ao final do ano passado. Falando numa reunião da Comissão Permanente de Mobilidade da Assembleia Municipal de Lisboa, Tiago Farias explicou que a decisão de adquirir eléctricos que sejam réplicas dos históricos implica “um esforço muito grande para encontrar no mercado potenciais construtores para desenvolver” o que a empresa pretende.

“Efectivamente, as primeiras interpretações que tínhamos é que seria difícil que o mercado fizesse produtos tão específicos como estes, mas efectivamente parece haver alguns construtores com capacidade para fazerem os eléctricos à medida”, afirmou na ocasião. Quanto à previsão de quando é que estes eléctricos poderiam vir a circular na cidade, a Carris escusou-se a responder.