,Boson
A imagem que o CERN mostrou no dia em que anunciaram ao mundo que tinham visto o bosão de Higgs CERN

O dia em que o mundo viu a “maldita” partícula

A 4 de Julho de 2012 o mundo soube que o lendário bosão de Higgs tinha sido encontrado, depois de ter sido imaginado em 1964. Este é o quinto trabalho da série 20 Dias que Marcaram a Década.

Se quiserem irritar quase todos os físicos à face da Terra, chamem-lhe “partícula de Deus”. Mas se preferirem usar aquela que foi a primeira escolha de Leon Max Lederman para o título do seu livro a expressão a reter é “maldita partícula”. Corria o ano de 1993 e ainda o mundo não a tinha visto. O termo “maldita” queria brincar com o facto de esta partícula ser muito difícil de “apanhar”, mas acabou por ser chumbado pelos editores do físico norte-americano. O que ficou e que pegou foi a mais apelativa e mediática expressão “partícula de Deus” que muitos ainda usam para falar do bosão de Higgs. Após quase 50 anos de perseguição, o anúncio sobre a detecção da instável e elusiva partícula foi feito a 4 de Julho de 2012.