Macron a braços com uma greve geral que promete paralisar França

Os sindicatos saem esta quinta-feira à rua para contestar uma lei que ainda não existe, a reforma do sistema de pensões. Num clima de ansiedade generalizada, teme-se que o protesto gere violência.

Foto
Emmanuel Macron prometeu uniformizar o sistema de pensões em França FABRIZIO BENSCH/REUTERS

A promessa de Emmanuel Macron é clara: “Cada euro descontado para a reforma deve dar os mesmos direitos a todos”. Mas os franceses têm sentimentos contraditórios. Uma sondagem Odoxa para o jornal Le Figaro revela que 66% desejam que se acabe com os 42 tipos de regimes de pensões. Mas 65% consideram “justificada” a greve geral que começa esta quinta-feira contra a reforma que o Presidente francês quer fazer.