Estratégia para aplicação de fundos comunitários está a ser desperdiçada

Estratégia de especialização inteligente não está a ser valorizada nem pelas empresas nem pelas autoridades de gestão, segundo relatório independente. Ministro vai aproveitar seminário de avaliação dos fundos europeus para avisar que no próximo ciclo a sua aplicação vai ter de ser mais eficaz.

Foto
LUSA/ANTÓNIO COTRIM

A Estratégia Nacional de Especialização Inteligente, concebida em 2014 para nortear a aplicação de fundos comunitários para o desenvolvimento da economia, apoiando a investigação e a inovação das empresas no actual ciclo comunitário de apoios (PT2020), foi praticamente ignorada não só pelas empresas, mas também pelas autoridades de gestão.