Carlos Lopes vence eleições no PSD de Coimbra por 10 votos de diferença

No ato eleitoral, realizado na noite de sexta-feira, em que votaram 427 militantes (cerca de 71%) de um total de 599 inscritos.

Foto
Pedro Fazeres

O vice-presidente da actual comissão política concelhia do PSD de Coimbra, Carlos Miguel Lopes, venceu as eleições para aquele órgão, suplantando, por 10 votos de diferença, João Paulo Barbosa de Melo, disse fonte partidária.

No ato eleitoral, realizado na noite de sexta-feira, em que votaram 427 militantes (cerca de 71%) de um total de 599 inscritos, a lista A encabeçada por Carlos Lopes obteve 216 votos contra 206 da lista B de Barbosa de Melo.

Já nas eleições para a mesa do plenário a vitória foi para a lista B, tendo Fernanda Mota Pinto derrotado Carlos Encarnação por 20 votos (221 contra 201).

Ouvido pela Lusa, Carlos Miguel Lopes assinalou a “esmagadora participação” dos militantes nas eleições da concelhia social-democrata de Coimbra, frisando que o partido “está a crescer, está vivo e activo”.

O candidato vencedor frisou que o “principal” objectivo da equipa que lidera passa por “recuperar” a presidência da Câmara Municipal de Coimbra ao Partido Socialista, nas eleições autárquicas que decorrem dentro de cerca de dois anos.

Carlos Miguel Lopes, no entanto, não se pronunciou sobre eventuais candidatos, lembrando que os sociais-democratas terão o seu congresso nacional no início de 2020 e que a questão dos candidatos autárquicos “só será tratada” após a próxima reunião magna do PSD.

Barbosa de Melo também destacou a participação dos militantes nas eleições, considerando ser esta “a principal ilação” a tirar do ato eleitoral, que mostra que “há vida no PSD e há debate de ideias

“Estou triste, a minha equipa toda está triste, porque ninguém gosta de perder. Mas, passada esta fase de eleições em que as pessoas se separam, estou em crer que o partido vai estar unido, claro. Como se costuma dizer em tom mais coloquial, ‘agora , siga a Marinha'”, declarou o candidato da lista B.

Sobre as próximas eleições autárquicas de 2021, Barbosa de Melo frisou que estas serão “o teste” para a nova liderança do PSD de Coimbra. “Espero que haja bons candidatos à Câmara e às juntas de freguesia, tenho esperança que o PSD consiga fazer valer o seu projecto [e ganhar as eleições]”, acrescentou.