Opinião

Quão gago pode ser um deputado?

Joacine não merece que eu tenha pena dela, nem que adopte um registo paternalista para silenciar aquilo que é um manifesto desastre.

A resposta é: pode ser tão gago quanto Joacine Katar Moreira, desde que não seja o único deputado do seu partido. A palavra “parlamento” vem do francês “parler”. Significa falar ou discursar. Não há democracia sem debate, e não é possível debater num Parlamento sem um mínimo de fluência discursiva. Se Joacine pertencesse a um grupo parlamentar haveria sempre outros deputados disponíveis para discursar em plenário, e ela poderia dedicar-se a escrever propostas de lei, definir orientações estratégicas ou preparar os discursos dos outros. Não existindo mais ninguém, as suas intervenções na Assembleia da República são triplamente absurdas: para ela, que deve sofrer horrores com aquela exposição; para os restantes deputados, que nem sabem para onde olhar quando ela fala; e para jornalistas e eleitores, que não percebem nada do que ela diz.