Opinião

O Santo e o Sultão

Se isto é apenas uma efeméride sem importância, é porque já não precisamos da louca coragem de gente como Francisco de Assis e Malik Al-Kamil. Se não, é porque ainda precisamos deles.

Há oitocentos anos e um mês ocorreu um dos encontros mais estranhos e importantes da história da humanidade, e eu não vi em lado nenhum na imprensa mundial referência a essa efeméride. Também a falhei aqui nesta coluna, mas com a boa desculpa de que a escrita destas crónicas esteve suspensa durante o mês de setembro. Vocês me dirão se trazê-la agora aqui é apenas um dos meus caprichos de historiador ou se a história que vos vou contar tem uma relevância acrescida para o nosso tempo.