SEF detém mulher suspeita de angariar cidadãs estrangeiras para prostituição

As acções de fiscalização que decorreram no norte do país incluíram seis buscas domiciliárias, nas quais foram identificados vários cidadãos estrangeiros, cinco dos quais foram detidos por estarem ilegais em Portugal.

Foto
PP PAULO PIMENTA

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve na terça-feira em Fafe uma mulher suspeita de angariar e explorar cidadãs estrangeiras para a prostituição.

Em comunicado divulgado esta quarta-feira, o SEF adianta que foram realizadas várias operações de combate ao auxílio à imigração ilegal, tráfico de pessoas para exploração sexual e lenocínio, que terminaram na detenção da principal suspeita de angariar e explorar cidadãs estrangeiras para a prostituição.

As acções de fiscalização que decorreram no norte do país (Vila do Conde, Póvoa do Varzim, Viana do Castelo e Fafe) incluíram seis buscas domiciliárias, nas quais foram identificados vários cidadãos estrangeiros, cinco dos quais foram detidos por estarem ilegais em Portugal.

A nota refere ainda que nas buscas foram apreendidas elevadas quantias de dinheiro, vários documentos que traduzem o modus operandi adoptado, as actividades de favorecimento na entrada e permanência ilegal de cidadãos estrangeiros no país e os lucros avultados que obtinham.

A principal suspeita foi detida e será presente a tribunal nas próximas 48 horas para ser sujeita a um primeiro interrogatório judicial. Todas as diligências foram acompanhadas directamente pelos magistrados do Ministério Público do DIAP onde decorre o inquérito.

Sugerir correcção