Trabalhos do PÚBLICO distinguidos com prémios ibéricos de design jornalístico ÑH

Jornal distinguido com 15 medalhas, nas áreas de infografia, dados e vídeo.

Foto
Nelson Garrido

Os trabalhos de dados e infografia do PÚBLICO receberam, no seu conjunto, nove medalhas de bronze nos prémios ibéricos de design jornalístico. O PÚBLICO foi o único jornal nacional a ser distinguido nestas categorias. Oito medalhas dizem respeito a infografias e projectos de dados online, e o nono premeia a infografia "Um ano inteiro de desporto" publicada na versão impressa do jornal.

Entre os trabalhos digitais premiados estão infografias sobre o ambiente, a utilização da internet por crianças e jovens, a União Europeia, as vacinas e a natalidade no país.

O jornal foi ainda distinguido pelo desenho das primeiras páginas por ocasião do 29.º aniversário (medalha de prata), do incêndio na catedral francesa de Notre Dame e ainda a capa de 7 de Maio com uma reportagem sobre as alterações climáticas (medalhas de bronze).

Foto
Primeira página do PÚBLICO distinguida com uma medalha de bronze nos prémios ÑH DR

Na categoria vídeo, dois trabalhos do PÚBLICO mereceram distinção de bronze pelo júri: a reportagem em vídeo 360º "Acrobacias por todo o lado: entre no backstage do Cirque du Soleil" e "Filhos do Cosmos", que assinala os 50 anos da chegada do Homem à Lua.

A nível nacional, os jornais Expresso e O Jogo receberam dois dos principais prémios de design ibérico: de diário ou semanal impresso de circulação nacional melhor desenhado e de diário popular ou desportivo com melhor design.

O El Sol de Mexico venceu na categoria de publicação diária ou semanal local com melhor design. As revistas distinguidas foram El País Semanal e EME (ambas espanholas) e o prémio de melhor meio digital foi para o El País.

Os prémios ÑH nasceram em 2004. A edição de 2019 avaliou 2168 entradas de 14 países.