É perigosa a democracia em andamento em Moçambique

Moçambique vai a votos terça-feira e na província de Gaza, onde foi assassinado um activista, o PÚBLICO viu o empenho dos observadores eleitorais em manter vivo o trabalho de Anastacio Matavel.

Fotogaleria
Todos concordam que “é um desafio”, tal como sabem que “é importante, muito importante” cumprirem o seu papel de observadores eleitorais Grant Lee Neuenburg
Fotogaleria
Membros da mesa de voto amontoam-se em camiões de caixa aberta Grant Lee Neuenburg
Fotogaleria
Polícias, membros da mesa de voto vão amontoados na caixa aberta dos camiões Grant Lee Neuenburg
Fotogaleria
Listas eleitorais Grant Lee Neuenburg
Fotogaleria
A maioria dos observadores são jovens, muitos deles estudantes universitários Grant Lee Neuenburg

A espera vai-se prolongando. Dezenas de pessoas aguardam no Centro Cívico da Associação Moçambicana para o Desenvolvimento e Democracia (AMODE), em Chongoane, na província de Gaza, pelos seus crachás de identificação como observadores eleitorais. Uma semana depois do assassínio de Anastácio Matavel, director executivo do Fórum das Organizações da Sociedade Civil (Fonga) e representante na província de Gaza da Plataforma de Observação Eleitoral Conjunta - Sala da Paz, há rostos apreensivos, expressões de inquietude e muita vontade de cumprir o dever.