Quatro sem-abrigo assassinados nas ruas de Nova Iorque

O suspeito, um sem-abrigo de 24 anos, foi detido.

As autoridades estão a investigar os ataques
Fotogaleria
As autoridades estão a investigar os ataques LLOYD MITCHELL/Reuters
Fotogaleria
As autoridades estão a investigar os ataques LLOYD MITCHELL/Reuters
Fotogaleria
As autoridades estão a investigar os ataques LLOYD MITCHELL/Reuters
Fotogaleria
As autoridades estão a investigar os ataques LLOYD MITCHELL/Reuters
Fotogaleria
As autoridades estão a investigar os ataques LLOYD MITCHELL/Reuters
Fotogaleria
As autoridades estão a investigar os ataques LLOYD MITCHELL/Reuters

Um homem sem-abrigo, com recurso a um longo tubo de metal, matou este sábado quatro sem-abrigo que se encontravam a dormir nas ruas de Nova Iorque e deixou um quinto em estado crítico.

Os homens foram atacados, ao que tudo indica, aleatoriamente em Chinatown, um bairro de Nova Iorque. O suspeito, de 24 anos, foi derido.

O inspector Michael Baldassano disse, citado pelo Guardian, que o atacante é também sem-abrigo. Segundo Michael Baldassano, os ataques foram aleatórios.

Duas testemunhas revelaram às autoridades que o suspeito estava vestido com um casaco e calças pretas, pistas que ajudaram a localizar o homem nas proximidades.

As vítimas morreram devido a lesões na cabeça. O quinto homem foi hospitalizado em estado crítico.

A população de sem-abrigo na cidade de Nova Iorque, que tem mais de oito milhões de habitantes, aumentou nos últimos anos devido à falta de habitações a preços acessíveis. Em 2018, mais de 133.200 pessoas recorreram aos centros de abrigo disponíveis em Nova Iorque, segundo dados da organização norte-americana Coalition for the Homeless.

Os ataques “devem servir como um alerta para todos nós de que os nossos vizinhos sem-abrigo vivem sem a protecção e a privacidade de uma casa”, afirmou a organização em comunicado citado pelo Guardian, acrescentando que também eles merecem “dignidade e segurança”.