Melgaço às escuras para viver “Noite dos Medos”

Na noite de 31 de Outubro vai haver bruxas, abóboras e varandas iluminadas, ruídos sonoros assustadores, vassouras e potes de bruxas, panos pretos, teias de aranhas, entre outros.

Foto
PAULO PIMENTA

A iluminação pública de “grande parte” das ruas do centro histórico de Melgaço, no Alto Minho, vai ser desligada, na noite de 31 de Outubro, para “criar um verdadeiro ambiente de terror”, anunciou nesta quinta-feira a organização.

“A iluminação pública não será desligada em todas as artérias da vila, por razões de segurança, mas não haverá luz em muitas ruas para criar um ambiente de verdadeiro terror”, especificou hoje à Agência Lusa, fonte autárquica.

A escuridão vai servir de cenário ao “Cortejo dos Medos”, que decorre desde a Casa da Cultura ao Castelo, um dos pontos altos da iniciativa “Noite dos Medos”, um evento “para se descobrirem segredos do oculto, mas também um momento de diversão, num misto de terror e alegria”.

Pelo caminho da vila mais a norte do país haverá “bruxas, abóboras e varandas iluminadas, ruídos sonoros assustadores, vassouras e potes de bruxas, panos pretos, teias de aranhas, entre outros, serão muitos dos elementos figurativos para a terrível noite”.

Organizado pelo município de Melgaço com colaboração da Associação Empresarial Minho Fronteiriço, o “Cortejo dos Medos” de 2019 “é inspirado no filme Coisa Ruim, com argumento de Rodrigo Guedes de Carvalho”.

O desfile tem início pelas 22h30, e convida os participantes, “trajados a rigor”, a uma visita ao cemitério dos medos, num percurso da Casa da Cultura até ao Castelo, onde decorrerá o Enterro dos Medos, o Esconjuro das Bruxas e a Queimada Galega.

Durante o trajecto há uma encenação a cargo de um grupo local de teatro amador, Os Simples.

O número termina um espectáculo de fogo, mas a festa continua, na Praça da República, a partir das 00h30.

A festa começa na Casa da Cultura com um welcome drink das bruxas e um concurso de vassouras de bruxas.

Um esconjuro e uma queimada galega, uma Festa dos Medos, organizadas por bares do concelho integram o programa preparado pela Câmara em parceria com a Associação Empresarial Minho Transfronteiriço.

O evento, tem como objectivo “proporcionar animação em épocas baixas, e, simultaneamente, criar condições para a divulgação de crenças e contos, relacionados com a temática do oculto, que fazem parte da cultura da comunidade de Melgaço”.

Sugerir correcção