António Guterres: "A natureza está zangada e está a devolver o golpe"

Numa entrevista ao consórcio de jornalistas Covering Climate Now, de que o PÚBLICO faz parte, o secretário-geral da ONU deixou um aviso: "A natureza está zangada e a natureza está a devolver o golpe." O momento é de urgência. Os alertas científicos sobre os efeitos – já visíveis – das alterações climática sucedem-se, mas a acção política é insuficiente. Na próxima segunda-feira, António Guterres reúne na Cimeira da Acção Climática em Nova Iorque líderes de todo o mundo.

Veja o especial Crise Climática Agora

Nesta entrevista, que decorreu na sede da ONU, em Nova Iorque, o secretário-geral das Nações Unidas revela-se optimista, elogiando o movimento dos jovens nas ruas exigindo uma maior acção por parte dos seus governos. "É uma ameaça muito dramática não só para o futuro do planeta, mas para o planeta hoje", afirmou. António Guterres acredita que o Acordo de Paris não falhou e que mesmo sem os EUA a alinhar nos esforços de redução de emissões de CO2 será possível, perante a pressão da sociedade civil, ver mudanças a nível governamental em todo o mundo. O objectivo: limitar o aumento da temperatura aos 1,5 graus Celsius.

A par da redução das emissões de carbono a nível mundial, António Guterres salientou a importância da adaptação às consequências da crise climática que já se fazem sentir e que se prevê que a curto prazo aumento de intensidade: "Precisamos de apoiar a adaptação e apoiar, especialmente, os países que estão na linha da frente dos impactos negativos. Mas o que a ciência nos diz hoje é que estas metas ainda são alcançáveis", explica o secretário-geral da ONU. "Mas isso significa que mudámos a forma como produzimos comida, como impulsionamos as nossas economias, como organizamos as nossas cidades, como produzimos energia. Penso que cada vez mais pessoas, empresas, cidades e governos estão a entender que são necessárias", afirmou. 

A entrevista foi conduzida por Mark Hertsgaard, da revista The Nation e fundador do consórcio Covering Climate Now, por Mark Phillips, da estação televisiva CBS News e ainda por  Amanda Mars, do jornal espanhol El Pais. Publicamos aqui um excerto da entrevista conduzida pelos jornalistas norte-americanos Mark Hertsgaard e Mark Phillips.

Esta entrevista integra o projecto Covering Climate Now, uma colaboração global de mais de 250 organizações de media para fortalecer e dar profundidade à cobertura da crise climática. 

Sugerir correcção