,Partido Comunista Português
Fotogaleria
A festa tem 43 anos e é para grandes e para pequenos Miguel Manso
Fotogaleria
Jerónimo de Sousa discursa perante a multidão Miguel Manso
Fotogaleria
Miguel Manso
Fotogaleria
Paulo Pimenta
Fotogaleria
Paulo Pimenta
Fotogaleria
Paulo Pimenta
,Carro
Fotogaleria
Miguel Manso
Fotogaleria
No ano da morte de Álvaro Cunhal, a festa perdeu alguma animação PEDRO CUNHA/PEDRO CUNHA

Festa do Avante!, há 43 anos a animar comunistas… e não só

Já passou por Alcântara, Jamor, Alto da Ajuda e Loures mas, desde 1990, a rentrée comunista fixou-se na Quinta da Atalaia. É para lá que convergem, durante três dias, famílias inteiras. Marcelo Rebelo de Sousa já foi um habitué.

Festa que é festa tem comes e bebes. Tem muita música e convívio. Convidados especiais e penetras. Família. A Festa do Avante! tem isso tudo, mas não é só uma festa. É um momento político importante para o PCP que assim marca o seu regresso das férias. Este ano, o acontecimento cumpre o seu 43º aniversário (decorre entre esta sexta-feira e domingo) e é possível que homenageie Ruben de Carvalho, que morreu em Junho. “Não é hábito fazermos homenagens personalizadas. Não está previsto nenhum momento específico, mas pode acontecer por iniciativa dos artistas e até é provável que aconteça”, disse ao PÚBLICO o gabinete de imprensa do PCP. De todo o país haverá excursões (serão 42 no total) com um só destino: a Quinta da Atalaia. Vem gente de terras vermelhas, como o Çouço, ou de regiões mais alaranjadas, como Cascais. Marcelo Rebelo de Sousa era um habitué, antes de ser Presidente da República, e Pedro Nuno Santos ainda há um ano passou por lá. Os comunistas dizem que “não há festa como esta”. Pode até não ser verdade, mas o lema permanece.