Ministério Público investiga transportadoras depois da queixa dos motoristas

PGR deu seguimento à denúncia do sindicato. Antram garante desconhecer casos de fuga ao fisco e alega que situações de incumprimento, se existirem, são pontuais. Autoridade que fiscaliza as condições de trabalho fez cinco participações este ano.

,Carro
Foto
A queixa foi apresentada na PJ a 7 de Agosto, antes de arrancar a greve dos motoristas Nelson Garrido

A queixa-crime apresentada pelo sindicato dos motoristas contra transportadoras de combustíveis levou o Ministério Público a abrir uma investigação para averiguar se se confirmam as suspeitas de fraude fiscal levantadas pelo Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP).