Ir às vindimas em Lisboa? Tapada da Ajuda procura voluntários

O Instituto Superior de Agronomia volta a abrir as vindimas ao público. Miúdos e graúdos podem conhecer gratuitamente “a vivência das vindimas e da adega” a partir de 20 de Agosto.

Fotogaleria
Miguel Madeira
Fotogaleria
Miguel Madeira
Lisboa
Fotogaleria
Miguel Madeira
Uva
Fotogaleria
Miguel Madeira
Fotogaleria
Miguel Madeira
Fotogaleria
Miguel Madeira

A vindima começou a 6 de Agosto na Tapada da Ajuda, com os primeiros ensaios e testes. Naquele dia, colhiam-se as uvas de Moscatel Galego e, no dia seguinte, a casta Viosinho. Esta semana, seguem-se os bagos de Encruzado e, na próxima, os cachos de Alvarinho.

Será esta casta branca que os voluntários terão oportunidade de colher, quando a época de vindimas do Instituto Superior de Agronomia (ISA) da Universidade de Lisboa abrir ao público, a 20 de Agosto.

Durante as próximas semanas, quem quiser “conhecer ou reviver com os seus filhos e netos os preceitos e vivências das vindimas e da adega” pode inscrever-se como voluntário no site do ISA.

Basta preencher um formulário com nome e contactos, número total de participantes caso queira fazê-lo em grupo e quantas crianças integram-no, além da indicação das semanas em que tem disponibilidade para participar. As colheitas são, normalmente, feitas de manhã, entre as 8h30 e as 12h.

PÚBLICO -
Foto
Miguel Madeira

De acordo com o site da instituição, os dias de vindima são marcados “de acordo com o grau de maturação das uvas das várias castas existentes”, analisado ao longo da campanha “pelos especialistas do ISA”, entre técnicos, investigadores e docentes. Conforme o agendamento dos dias de vindima, os voluntários serão contactados previamente.

No ano passado, conta à Fugas Luís Cordeiro, engenheiro de campo do ISA, “as castas brancas foram vindimadas todas no mesmo dia”. Estiveram presentes “80 voluntários”. Em edições anteriores, tal como acontece este ano, “cada casta é vindimada no momento óptimo de colheita”. A vindima ocorre em vários dias e, por isso, é esperado um número de voluntários “muito maior”.

A uva colhida segue depois para vinificação na adega experimental do ISA. Ao longo da vindima, “será ainda disponibilizada alguma uva de mesa ao público”, em datas anunciadas previamente pelo Gabinete dos Espaços Verdes do ISA.

PÚBLICO -
Foto
Miguel Madeira

Para já, doam-se maçãs colhidas pela instituição. A próxima entrega decorre já esta quarta-feira, 14 de Agosto, das 9h30 às 12h e das 14h30 às 16h, junto à Sala 24h, ao cimo da rampa da entrada frente à rua Jau.

Há oito anos que as vindimas da Tapada da Ajuda são abertas à participação de voluntários, até há bem pouco tempo a única vinha da cidade. Em 2016, abriu à população o Parque Vitícola de Lisboa, em Marvila, uma parceria entre a Câmara de Lisboa e a Casa Santos Lima.