Também há crianças com problemas de pele e asma a receber subsídios de “deficiência”

Em 2018, havia 107 mil crianças e jovens a receber a bonificação do abono de família por deficiência. Médicos de família pedem a Vieira da Silva uma definição clara e urgente do que é deficiência. Segurança Social diz que registou um “acréscimo localizado” de pedidos, mas diz que responsabilidade pela emissão dos certificados é dos médicos.

Foto
Andre Rodrigues

Afinal, o subsídio por “deficiência” que tem sido atribuído pela Segurança Social a crianças e jovens até aos 24 anos que usam óculos, e que oscila entre os 62 e os 121 euros por mês consoante as idades, também tem sido requerido por pais de menores com problemas de saúde igualmente “comuns”, como asma e diversas complicações dermatológicas, dentárias e psicológicas.