Tendas Topo, para fazer do carro um “caracol”

A partir de agora podemos dormir onde conseguirmos chegar com o nosso carro. Dois portugueses criaram o serviço de aluguer de tendas de tejadilho.

Foto

Nós fazemos a reserva e levamos o carro à oficina deles. A Topo instala a tenda no tejadilho – e seguimos viagem. Depois de cerca de dez anos em Moçambique, António Lobo e José Ramos decidiram trazer para Portugal um conceito de tendas rooftop, tradicionalmente utilizadas em safaris e outras expedições. A Topo oferece a possibilidade de dormir onde se conseguir chegar com o próprio carro. Trata-se de um serviço de aluguer de tendas de tejadilho que permite andar com a casa às costas, transformando o carro num verdadeiro caracol.

“A ideia surgiu muito por vermos na África do Sul a utilização recorrente deste tipo de tendas”, explica à Fugas António Lobo, de volta a Portugal depois de uma vida na área da gestão financeira. “Os africanos têm uma relação com a natureza muito próxima e muito mais descomplexada do que nós, europeus, ao ponto de estarem muito confortáveis a viver próximos de predadores e de saber lidar com tranquilidade e sabedoria com os perigos que esta realidade representa. Respeitam genuinamente a natureza e, acima de tudo, procuram compreendê-la e descodificá-la.” Segundo um dos fundadores da Topo, “é muito comum ver uma família a dormir na savana em cima dos seus carros com uma ou duas tendas”, que neste caso específico apresentam “algumas diferenças” relativamente às tendas convencionais, nomeadamente no que diz respeito à “portabilidade, segurança e funcionalidade”. 

PÚBLICO -
Foto
António Lobo e José Ramos Topo

A grande diferença reside no facto de as tendas serem instaladas no tejadilho dos carros, dois metros acima do solo, longe de rastejantes, de todo o tipo de animais e da poeira. “São tendas mais robustas, de materiais resistentes e muito confortáveis, pois incluem um colchão de espuma de alta densidade de seis centímetros que convence os mais avessos ao campismo”, sugere a marca, que também vende as tendas (970 euros as mais pequenas, 1049 as maiores). “E são fáceis de montar: uma pessoa sozinha consegue montá-la e desmontá-la em menos de dois minutos. A escolha do melhor terreno deixa, também, de ser um problema: basta ter o carro minimamente nivelado para acampar, mesmo que seja em cima de lama ou de pedras.”

A tenda inclui quatro janelas (todas com rede mosquiteira), escada telescópica e janela panorâmica para ver as estrelas. “Temos neste momento um cliente a viajar no Sul de França e outro que vai agora para a Mongólia”, sublinha um dos mentores do projecto, há sensivelmente um mês no mercado. 

PÚBLICO -
Foto
DR

O serviço de aluguer inclui instalação e desinstalação da tenda – neste momento o serviço está apenas disponível em Lisboa, mas a marca prevê a abertura ainda este ano de oficinas no Porto, em Faro e em Chaves –, limpeza e desinfecção, formação e aconselhamento sobre a utilização da mesma, entre outros serviços complementares.

“Mais do que um serviço, julgamos que a Topo promove um estilo de vida, em contacto permanente com a natureza”, diz António Lobo, alertando para o facto de nem todas as viaturas estarem preparadas para receber as tendas. As barras transversais são obrigatórias, mas a Topo promete auxiliar todos os interessados no serviço, avaliando uma possível adaptação a automóveis que não estejam preparados para receber o equipamento. 

Os preços da Topo (desde 24,50 euros por dia) têm por base uma tabela dinâmica que oscila consoante o número de dias e o tipo de tendas, que podem ser de duas pessoas (com colchão de 2,20m por 1,20m) ou de três pessoas (com colchão de 2,20m por 1,40m). Na prática, quanto maior a estadia, menor é o preço de aluguer por dia.

PÚBLICO -
PÚBLICO -
PÚBLICO -
Fotogaleria