Opinião

Sim, Paulo Rangel, “está tudo bem”

Enquanto o PPE continuar no poder, mesmo que seja a contemplar a destruição da democracia na Hungria e a esvaziar as possibilidades da democracia a nível da UE, tudo continuará sempre bem para Paulo Rangel.

Quem anda na Internet há uns anos conhece certamente aquela tira de banda desenhada — depois transformada num meme — de um cachorrinho que está sentado no meio de uma sala a arder e que diz apenas “está tudo bem” (this is fine, no original). Em seu torno, as chamas crescem e o fumo adensa-se, e o protagonista do cartoon repete “está tudo bem”.