Falta de pagamento ameaça cirurgias de doentes em lista de espera

Hospitais privados queixam-se que o Serviço Nacional de Saúde não paga as cirurgias feitas no âmbito do SIGIC. Já há médicos que se recusam a operar porque depois esperam mais de dois anos para receber.

Foto
Privados alegam que os hospitais públicos têm facturas com mais de dois anos por pagar Paulo Pimenta

Os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), incapazes de dar resposta dentro dos Tempos Máximos de Resposta Garantidos (TMRG), estão a enviar cada vez mais doentes para realizarem cirurgias no privado, ao abrigo do Sistema Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia (SIGIC). O problema é que depois os pagamentos nunca mais são feitos.

Sugerir correcção
Ler 27 comentários