Há muitas outras abelhas para lá das do mel

O Dia Mundial das Abelhas é esta segunda-feira. Por isso, cientistas e curiosos juntam-se para falar das várias espécies de abelhas (e seus inimigos) num ciclo de palestras em Lisboa.

Abelha
Foto
Anthidium manicatum , uma abelha solitária Albano Soares

Alaranjadas, acastanhadas, peludas ou com diferentes tamanhos: há abelhas para todos os gostos. Só em Portugal continental, existem cerca de 680 espécies. Sabe-se que já passaram por dias melhores e que estão em declínio global, mas – até agora – não há provas científicas de que tenham também diminuído em Portugal. Afinal, só há poucos anos se tem vindo a estudar e a registar a presença das abelhas no país. Esta segunda-feira comemora-se o seu dia, o Dia Mundial das Abelhas, e um grupo de investigadores e interessados reúnem-se na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL) para falar de vários aspectos da vida das abelhas – muito além das abelhas-do-mel.