Tinha emprego mas perdeu-o devido à burocracia de imigração

Guineense, Jorge Nanque vive desde 2000 em Portugal. Os processos de autorização de residência arrastaram-se e ele perdeu o emprego que teve durante seis anos.

Foto
Rui Gaudêncio

Jorge Nanque está em Portugal desde 9 de Abril de 2000. Nunca teve autorização de residência. Guineense, de 39 anos, já escreveu ao Presidente da República, ao primeiro-ministro, à Procuradoria-Geral da República, a deputados, a políticos, a tanta gente.