Carlos César abre porta à demissão do Governo por causa dos professores

Governo reúne-se nesta sexta-feira de emergência. Duarte Cordeiro diz que “é o maior aumento de despesa da legislatura”. Presidente do PS considera que a situação da governação é “insustentável” e a medida “inconstitucional”.

Foto
O presidente do PS e líder parlamentar, Carlos César, afirmou ao PÚBLICO que a governação se torna "insustentável" Daniel Rocha

Carlos César abre a porta a uma eventual decisão de o Governo se demitir na sequência da aprovação pelo conjunto da oposição nesta quinta-feira no Parlamento do descongelamento integral do tempo de serviço dos professores. Em declarações ao PÚBLICO, o presidente do PS, que é também líder parlamentar, afirmou: “É legítimo pensar-se que o PS não pode assumir responsabilidades de governo quando entende que as políticas a que fica obrigado tornam essa gestão insustentável.”