Ambiente

Anna mergulha no lixo para combater o desperdício alimentar

Anna sai de casa pelo menos uma vez por semana para fazer dumpster diving. Mochila às costas, luvas, um saco de compras a rolar pela calçada de Lisboa. Anna “mergulha no lixo”. Não por fome ou desespero. Mas como forma de combater o desperdício alimentar. A ideia é resgatar comida ainda boa para consumo, aproveitá-la e partilhar os resultados nas redes sociais. É expor o que a repulsa pelos sacos negros ajuda a esconder: uma sociedade de consumo que descarta tudo o que desça o limiar do mais-que-perfeito. Porque o que ela encontra, diz, é “comida perfeita”: algumas frutas podem ter pequenas manchas ou pedaços pisados e os legumes uma tonalidade amarelada. “Mas se alguém os tivesse em casa, comia-os. Sem dúvida.”

Sugerir correcção