Torne-se perito

Hugo Soares acusa presidente da Mesa do Conselho Nacional de dar "triste espectáculo"

Paulo Mota Pinto não foi poupado nas críticas de Hugo Soares que criticou a metodologia do Conselho Nacional do PSD.

Foto
LUSA/RUI FARINHA

O ex-líder parlamentar social-democrata Hugo Soares acusou o presidente da Mesa do Conselho Nacional do PSD, Paulo Mota Pinto, de dar um triste espectáculo, mas garantiu que, qualquer que seja o resultado, não sai derrotado.

"O que eu sei é que o triste espectáculo que o presidente do Conselho Nacional está a dar, e que o presidente do partido permitiu que fosse dado até a esta hora, é manifestamente lamentável, mas amanhã sairemos todos mais fortes", afirmou, acusando Paulo Mota Pinto, de "teimosia inusitada".

Hugo Soares considerou, contudo, que o PSD sairá mais forte para disputar as eleições com o primeiro-ministro e secretário-geral do PS, António Costa, algo que só aconteceu, sublinhou, "porque houve um punhado de militantes, que são muitos, que tiveram a coragem de dizer ao presidente do partido que este não era o caminho e de o espicaçar para aquilo que ele precisa".

"Não é nenhuma confissão de derrota. Não faço ideia qual seja o resultado, como sabem eu nunca pedi a Rui Rio para vir aqui discutir nada. O que nós pedimos a Rui Rio era uma eleição directa com todos os militantes e, portanto, nunca deste Conselho Nacional, seja qual for a decisão, sairei daqui derrotado", explicou o ex-líder parlamentar do PSD.

"O partido estava adormecido e hoje está mais vivo que nunca", acrescentou Hugo Soares antes de ser aberto o voto secreto à moção de confiança a Rui Rio.

Sugerir correcção