Cinco aldeias Natal para visitar em família

Perlim, Óbidos Vila Natal, Penela Presépio, Cabeça e Natal na Aldeia: eis algumas propostas para levar os miúdos na quadra natalícia.

Fotogaleria
Perlim, Santa Maria da Feira Nelson Garrido
Fotogaleria
Perlim, Santa Maria da Feira Adriano Miranda

Deve ser o sonho de qualquer criança - principalmente daquelas a quem já enchemos a cabeça e o imaginário com a morada do Pai Natal, e com a aldeia onde ele vive lá para o Norte, bem acima da linha do Círculo Polar Árctico. Compreendendo que ir a Rovaniemi, na Finlândia, não será programa que se possa fazer todos os anos, a verdade é que há, de Norte a Sul do país, muitas aldeias que merecem uma visita. E é garantido que no meio de comboios, pistas de gelo, mercadinhos, rodas gigantes e duendes, a criançada nem se vai lembrar que o Pai Natal mora num sitio lá longe, onde está sempre a nevar e onde as pessoas se deslocam em trenós puxados por renas ou por huskies.

O que interessa é que por cá se pode fazer um passeio em família, e que passeios destes podem ser repetidos todos os anos – inclusive porque implicam visitar aldeias genuínas que não foram construídas a régua e esquadro para os turistas visitarem a casa do Pai Natal (sim, estamos a falar de Rovaniemi outra vez). Aqui ficam cinco sugestões para aproveitar aquela semana de férias em que está toda a gente em casa e o nível de tolerância a chocolates, gulodices e tropelias está nos níveis máximos.

Perlim, Santa Maria da Feira

Já é um clássico em terras nortenhas, e este ano comemora-se a décima edição. As excursões escolares também já são uma instituição e as famílias das redondezas. A Quinta do Castelo transforma-se num território mágico, onde habitam muitos duendes, com nomes sempre a começar em P. Piri, Pim, Pam, Pum, Perlim. Os nomes são muitos, a historia é cativante, e, ainda mais relevante para o que aqui se propõe, as actividades são intermináveis. A toda a hora há espectáculos de artes circenses, marionetas, música, teatro, e por todo o recinto há convites para actividades mais ou menos radicais, como o slide ou o arvorismo, e os comboios e os carrosséis que não podiam faltar num evento como este.

O melhor conselho que podemos dar é sugerir que, antes de se deslocarem ao recinto, consultem a página do evento na internet e organizem mais ou menos o dia. A maior parte das sugestões são gratuitas, mas também é verdade que o bilhete de entrada não garante o acesso a todas as diversões: o bilhete de comboio, por exemplo, custa dois euros. Quem achar que pode ir mais do que uma vez ainda este ano – o Perlim está em funcionamento até final de Dezembro, compensa comprar a pulseira que dá acesso ilimitado ao recinto, todos os dias, até ao fim do evento. Custa 12 euros. O bilhete normal de entrada no parque custa seis euros para crianças até aos 12 anos, e sete euros para os adultos. As crianças até aos dois anos têm entrada gratuita. Até 31 de Dezembro. Todos os dias, sempre a partir das 13h30.
www.perlim.pt

Penela Presépio

Talvez muitas das nossas crianças não tenham no seu imaginário a construção do presépio, e a maior parte delas não dedique umas horas de um dia a colher musgo na floresta para servir de tapete ao presépio que se constrói quase sempre aos pés do pinheiro de Natal. Essas crianças seriam as primeiras a deliciar-se com as luzes de Penela, no distrito de Coimbra, uma verdadeira vila presépio. Mas não vale ficar só pela paisagem do casario a descer a encosta, encimado pelo castelo medieval para onde se concentram todas as atenções. Vale mesmo a pena é ir até à instalação que está no interior do castelo, “O Presépio”, e aí encontrar um presépio tradicional com recurso à utilização de novas tecnologias e impressões 3D. São mais de duas centenas de figuras que ajudam a contar várias histórias e a conhecer os quadros representativos da época que, afinal, estamos todos a comemorar.

PÚBLICO -
Foto
Óbidos Vila Natal Guilherme Marques

Também há um presépio ao vivo, mas a representação está dependente das condições meteorológicas. Se entre os pais estão aqueles que temem que a hipótese de contemplar um presépio, ou vários, não é suficiente para consumir a adrenalina dos mais activos, saibam que também há um espaço com actividades radicais para os mais jovens, como escalada e rapel. Os amantes de comboios, miúdos e graúdos, ficarão impressionados com a mostra de ferromodelismo. Está aberto todos os dias uteis das 10h às 18h, e ao fim-de-semana prolonga-se até às 19h. As crianças até aos cinco anos não pagam, e as dos cinco aos 12 pagam 2 euros de bilhete. O adulto paga três euros. Até dia 6 de Janeiro.
www.penelapresepio.com

Cabeça, Aldeia Natal

Aqueles que nunca tiveram a vivência da aldeia, e procuram a tradição genuína, portuguesa, têm em Cabeça, uma aldeia do concelho de Seia, em plena serra da Estrela, a melhor proposta de Natal. A particularidade desta festa, que assinala este ano a quinta edição, é o facto de todos os materiais usados na decoração serem retirados da natureza.

Giestas, videiras ou pinheiros e muita, muita criatividade e imaginação fazem esta aldeia integralmente sustentável – e merece uma visita, também por isso. Inesquecível será, também, a experiência de entrar em casa dos aldeões, que levam o termo “hospitalidade” bem a sério. Começa este sábado e vai apenas até dia 1 de Janeiro. A entrada é gratuita.
www.cabecaaldeianatal.pt/

Natal na Aldeia, Castanheira de Pêra

É apenas o segundo ano em que organiza o Natal na Aldeia, mas a verdade é que o município de Castanheira de Pêra já conseguiu pôr este evento no mapa. As sugestões começam num peddy-paper, proposto à chegada da Casa do Pai Natal, e continuam por viagens de comboios, pistas de gelo e carrosséis. Como se tanto divertimento não chegasse, o interesse dos adultos pode ficar garantido pelas tascas tradicionais que por ali abundam e onde é possível experimentar os sabores da região.

Uma novidade este ano é a existência de uma “Tenda de Actividades”, que inclui uma rampa de snow tubing  para todas as idades e um insuflável para crianças até aos 14 anos. A mesma tenda será tecto e palco de alguns concertos. É possível comprar bilhetes parcelares só para a tenda ou para o comboio, mas compensará adquirir o bilhete geral, que custa oito euros e dá acesso a todas as actividades do evento. Dura até 6 de Janeiro.
www.cm-castanheiradepera.pt/

Óbidos Vila Natal

A sensação de entrar muralhas dentro, com toda a iluminação que o Natal traz a quase todo o lado, ganha em Óbidos um cariz especial. Aqui quase parece que estamos mesmo na terra do Pai Natal, lá muito longe, é melhor irmos preparados para o frio e as intempéries, que é praticamente tudo ao ar livre. E este tudo é uma lista interminável de actividades e passatempos: carrosséis, rodas gigantes, pistas de gelo, comboios, passeios de burro e trampolins. Também aqui uma grande parte das actividades são gratuitas e acessíveis com o bilhete de entrada no parque, mas há muitas atracções que são pagas à parte.

O simulador de realidade virtual, o carrossel, a pista de gelo e a pista sintética, os passeios de burro e a roda gigante têm um tarifário distinto: também aqui se recomenda uma consulta ao programa para melhor organizar o dia. Está aberto todos os dias, das 11h às 20h, e só no dia 25 de Dezembro e 1 de Janeiro é que as portas fecham uma hora mais cedo, às 19h. O bilhete normal para as crianças a partir dos três anos custa cinco euros e o dos adultos custa sete. Está aberto até dia 6 de Janeiro.
http://obidosvilanatal.pt