Gastronomia

Como Artur Gomes foi parar à melhor cozinha do mundo e depois voltou

"Eu não sei nada, ainda estou a começar."

"Eu não sei nada, ainda estou a começar." Artur Gomes passou cinco meses naquele que é considerado um dos melhores restaurantes do mundo, o Noma, onde fez, entre outras coisas, garum de esquilo. Aos 25 anos, Artur acaba de voltar a Portugal e acompanhámos a sua estreia num dos jantares Sangue na Guelra.